A Garganta da Serpente

Quelyno Souza

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

SENTIMENTO EM DUAS VIAS

Um amor afoito é o meu
Um amor às claras
Um amor no escuro
Apaguei o passado
Planejei o futuro
Em uma folha
De papel carbono
Registrei cada momento
Em duas vias
Todo o sentimento
Como garantia
Do meu amor


(Quelyno Souza)


voltar última atualização: 05/02/2008
12016 visitas desde 16/09/2007

Poemas deste autor:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente