A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Ática

Por amar a mágica
Rendi-me à ilusão
Abandonei a lógica
Vivi de alusão

Ao estimar a ética
Estive em revisão
Larguei a política
Retive a profusão

Ao obturar a óptica
Cegou-me a visão
Não mais cenas góticas
Fiz-me a incisão

Ao perder a prática
Meti-me em confusão
Agora ginástica
Adeus intrujão


(Lucas Kind)


voltar última atualização: 23/05/2017
1291 visitas desde 23/05/2017

Poemas deste autor:

  • Ática
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente