A Garganta da Serpente

Lilith da Lua Negra

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Suplício

Tu fostes o melhor desejo veemente..
Em anos que a vida letal me propôs..
Mas como todo sonho,desventuradamente temos que despertar...
E agora que me tirastes do sono,me deparei com uma dor tão profunda que me dilacera...
Não entendo como um sonho virou um pesadelo constante que me condena...
Não entendo como podes me levar do inferno ao céu e retornar ao inferno em um tempo determinado tão curto...
Só que este devaneio está a me supliciar...
O punhal é meu amante em horas distintas...
E sabes que é este inferno que eu preciso,pois a luminosidade me fere os olhos,sou amante eterna da escuridão...
Sou soturna e jamais mudarei...
Prosseguirei assim até quando eu sentenciar que chegou meu momento oportuno...


(Lilith da Lua Negra)


voltar última atualização: 20/05/2010
10276 visitas desde 15/02/2008
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente