A Garganta da Serpente

Lilith da Lua Negra

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Subsistência

Eis aqui..
Tristeza e solidão..
Desprezo e inquietação..
Almas pérfidas..
Seres obsoletos...
Épocas de oclusão..
Tempos de catarse...
Tempos de metamorfose..
Todos sem exceção..
Necessitamos dessa ocasião..
de rever valores,preceitos..
percepção de sentimentos aflorados..
autoconhecimento,valorização...
ejeção de maus hábitos...
Época de renascimento...
Somos aguerridos..
E não desistiremos..
Bravos guerreiros de quimeras existenciais...
Fênix do acaso...
das cinzas emergimos...
Para assim podermos...
com bravio,ponderar nosso cotidiano..
Essências renovadas..
Sentimentos límpidos..
Conformidades expostas..
Indivíduos em evolução..
Perduramos em mudanças..
necessárias e precisas..
personalidades diferenciadas..
Com sede de autoconhecimento...
e de conflito de subsistir...


(Lilith da Lua Negra)


voltar última atualização: 20/05/2010
10280 visitas desde 15/02/2008
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente