A Garganta da Serpente

Artur da Távola

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

63 anos

Todos os meus sábados
no sol desta tarde.

Todos os meus sóis
na tarde deste sábado.

Todas as minhas tardes
no sol deste sábado.

Toda a minha vida
no sábado desta tarde de sol.


(Artur da Távola)


voltar última atualização: 02/09/2010
15258 visitas desde 27/09/2005
Que tal comprar um livro de Artur da Távola?


  • O Jugo das Palavras


Poemas deste autor:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente