A Garganta da Serpente

Arneyde T. Marcheschi

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

A procura de você!

Estou á procura de
alguém para comigo ficar
que me ensine a ama-lo,
a descobrir seus mistérios
que navegue comigo,num
mar de águas calmas,
sem nada a nos perturbar.

Alguém que me aceite
do jeito que sou,inquieta
muito agitada , alegre,
meio brigona e irrequieta.
Uma pessoa que me de limites
mas com doçura e meiguice,
sem ser piegas....

um gentleman que ainda
sabe amar à moda antiga.
Que gosta de ao luar
lindos boleros e valsas,
dançar cantarolando e
com ternura me olhar,
sussurrando baixinho
palavras mágicas de
amor,que me desperte
emoção e paixão
forte no coração.

Alguém que tenha paciência
que faça a minha existência
ser entremeada com a sutil
malícia, a perturbar meus
desejos,ao ve-lo com a vela
içada, pedindo aos ventos,
que nos deixe a deriva,num
lindo mar de águas calmas,
longe de tormentas e correntes.
Para que delicadamente e,
tranqüilamente, possamos
mergulhar em nossos corpos
sentindo a torrente da paixão
que aflora em nosso coração.

alguém que como eu,acredite
nas magias e belezas da natureza,
que traz uma grande esperança
para o recomeço de uma nova vida,
afastando a insegurança sentida.

Que me faça nos seus braços
dormir e sonhar como criança
e, despertar como mulher
no meio de mil beijos e abraços,
olhando seu rosto, e neles
vislumbrando a felicidade
que acelera meu coração
enchendo-o de lindos e ternos
sentimentos,cheios de comoção,
podendo lhe dizer,olhando nos
seus olhos, sem medo de me
enganar: Eu te amo!

(Vitória.E.Santo 07/08/2007)


(Arneyde T. Marcheschi)


voltar última atualização: 26/11/2009
14628 visitas desde 01/07/2005

Poemas desta autora:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente