A Garganta da Serpente

Ariana Arivielo

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

QUANDO VOCÊ OLHA PRA MIM

Eu queria parar o tempo quando você me olha,
Queria decifrar os mistérios que teus olhos me lançam
Quando nublados pelo desejo me consomem...
Quero beijá-los sem fim, porque eu amo teus olhos!

Às vezes me reviro pelo avesso tentando compreender
O que teu olhar me diz no silêncio que me persegue
Quando estamos frente a frente e nada a dizer então,
Quero te sacudir, te apertar, pois não consigo entender...

Diz-me o que você tá pensando, me diz o que quer,
Porque eu sei o que eu mais quero exatamente agora,
Quero ser seu amor, teu bem, sua vida pra sempre!

Quero mais desse magnetismo dos teus olhos,
Mais de ti que me desperta os sentidos e aquece
Meu coração bobo quando olha pra mim...


(Ariana Arivielo)


voltar última atualização: 15/02/2011
10056 visitas desde 03/05/2010

Poemas desta autora:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente