A Garganta da Serpente

Ariana Arivielo

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

MEU ABANDONO

Quando fico sozinha me pego sorrindo feito boba,
É parte de mim ser meio idiota quando estou apaixonada
E você é meu tudo, é tudo o que eu tenho, e me perco
Se não te vejo, minha saudade me devora como um lobo a presa...

Você é meu abandono, minha contemplação, meu mundo!
Tudo o que vem de você é mais que perfeito pra mim,
E só basta algo simples e único pra eu te adorar mais ainda
Como devoção é a paixão que me transcorre nos dedos e na poesia.

Meu doce anjo, o seu sorriso devastador me persegue
O dia inteiro, nos meus sonhos também e faz da minha vida
Escura um tanto ensolarada, como um jardim em primavera.

Eu só quero um lugar, onde você possa me amar
E me fazer sentir tudo, tudo pra mim, tudo pra você!
Vem me fazer ver as coisas como você vê meu amor...


(Ariana Arivielo)


voltar última atualização: 15/02/2011
10080 visitas desde 03/05/2010

Poemas desta autora:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente