A Garganta da Serpente

Angela Oliveira

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

BOLHAS DE SABÃO

Meus sonhos de amor
não duraram mais
que um fim de inverno
princípio da floração...

foram tão ligeiros
como bolhas de sabão
se perderam de noite
na plataforma da estação...


(Angela Oliveira)


voltar última atualização: 16/04/2007
12657 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente