A Garganta da Serpente

Angela Oliveira

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

LÁGRIMAS DE MAR

minhas eternas
lágrimas de mar
rolam pela face
em cadência lenta
ritmada, indolente
genuína comprovação
de premeditada decisão
pacífica, concedida
deferida, outorgada
de covardia...


(Angela Oliveira)


voltar última atualização: 16/04/2007
12654 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente