A Garganta da Serpente

Ana Carolina dos Reis

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Ação do coração

Como compreender
Os caminhos do coração?
A imagem do poder
Tórrida em minha frente
A minha razão metódica
Contestando todas as nuances da sedução
O tempo corre, escorre
Precipitadamente, inexato
À tona, a vida traz a hora exata para o amor
Com todo o incontestável poder de persuasão
Trilhas da magia
Uma chama novamente ressurge
No descompassado coração
Chora, arde, grita, cala, sorri, festeja e se contamina
Meu coração ainda germina
Quem dera um dia poder dizer
Tudo o que as palavras
Não conseguem traduzir.


(Ana Carolina dos Reis)


voltar última atualização: 13/09/2006
12634 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente