A Garganta da Serpente

Ana Guimarães

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

FÉRIAS!

Chega de lamber feridas alheias
quero paz de cachorro desocupado
o tempo escorrido, feito relógio de Dali
letra, só de cartaz luminoso
um eterno criançar de dia
de noite, latejar de amor
(não mais de cansaço ou dor)

o desacontecimento


(Ana Guimarães)


voltar última atualização: 11/12/2007
15861 visitas desde 23/09/2005

Poemas desta autora:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente