A Garganta da Serpente

Agmael Lima

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

ERVA DANINHA

Erguerá da férvida ruína
Do nocivo crepúsculo venenoso
A misérrima praga corrosiva
Ela - nociva erva daninha.

Surgirá do covil das malícias
A filha pródiga da escuridão
Abalada pelo impacto infernal
Do vento que ruge no além.

(19/07/2006)


(Agmael Lima)


voltar última atualização: 01/03/2008
11788 visitas desde 15/05/2006

Poemas deste autor:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente