A Garganta da Serpente

Aecio Kauffmann

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Sonho doirado

Esta vontade
de alhear-me
a vida,
fugindo a tudo
o que se diz princípio;
que se diz doutrina
em amor contida
e entregar-me
por inteiro
aos
vícios.

Esta vontade
de não ser,
crescendo
no pesar de ser
aquilo que eu não quero.
- triste devoto
deste credo horrendo
onde a bajula
se supera em esmero.

Só se detém
e eu me devolvo à calma
quando ,entre as nuvens
do meu ser tristonho,
surge a esperança,
escorraçando as dores,

na forma terna
de ternos amores....
Esposa e filhas,
meu doirado sonho
e único alento
a combalida alma.


(Aecio Kauffmann)


voltar última atualização: 14/02/2009
28204 visitas desde 26/12/2007
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente