A Garganta da Serpente

Aecio Kauffmann

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Setembro

Setembro...
Porto Alegre seis horas.
Verde-azul,
bar do Beno.
Redenção.

E eu vinha
distraído, voltando,
quando o acaso
pôs -nos frente a frente
e então...

Um gesto,
ou quem sabe um repente
pôs-me à boca
um gracejo
e ao coração..

um descompasso estranho,
um bater tão diferente,
um fremir de tal tamanho,
emoção......

Que nem mais eu sabia
se ia ou vinha
mas sentia,
vida minha,
que era teu
já desde então.


(Aecio Kauffmann)


voltar última atualização: 14/02/2009
28266 visitas desde 26/12/2007
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente