A Garganta da Serpente

Adriano Menezes

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

MOVEDIÇO

enfiado no escuro da casa
de bruço para o tempo
num dorso indecifrável
varo a avareza dos sonhos
pelos gomos da cabeceira
e volto ao domingo
agora branco.
o dia domesticado


(Adriano Menezes)


voltar última atualização: 05/01/2010
13911 visitas desde 01/07/2005

Poemas deste autor:

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente