A Garganta da Serpente

Adhemar Molon

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Nada de bom senso

Querer bom senso no amor
E a razão numa paixão
É entrar noutra ilusão
De que o amor tenha cor,
haja espinho em toda flor
se possa trancar coração

Querer reprimir sentimento
Esquecer um bom momento
carregado de tanta alegria
depois mudada em agonia
causando tanto tormento
É mentir para o coração
que não mais quer ilusão

É pedir para morrer
É se esconder do viver
É não ver a realidade
É encolher-se num canto
É sentir todo o espanto
de não se livrar da saudade


(Adhemar Molon)


voltar última atualização: 01/05/2006
9921 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente