A Garganta da Serpente

Adeilton Oliveira de Queiroz

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

14 de Setembro ou Você é água

Eu lembro
Foi no dia 14 de setembro
Você nunca me olhava
Então lhe mandei por e-mail
Uma poesia meio
Pop artesanal
Alegre, iluminada, sentimental
Pop balada
Na verdade uma cantada
No melhor estilo Kid Abelha
Pra ganhar você e agradar sua orelha
Depois disso
A vida ficou maravilhosamente engraçada
Bem iluminada e com incrível alegria.
Ganhei você com uma pop poesia.

Eu não vou retê-lo
Eu não sou telha ou parede
Eu não sou guarda-chuva ou rede
Eu não sou represa
Eu não sou dique de contenção
Eu sou livre e você é livre
Porque você é água
Água boa, água à toa
Você corre pra tantos lugares
Pra tantas conexões e situações
Pra tantas pessoas
Mas pra sua surpresa meu bem,
Às vezes, eu sou água também.

(Adeilton Oliveira de Queiroz)


voltar última atualização: 24/04/2008
14216 visitas desde 03/05/2007
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente