A Garganta da Serpente

Abilio Terra Junior

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Busco o vazio

busco o vazio
bem dentro de mim
sei que ele existe
em todo o infinito

no ponto no mundo
no olhar da mulher
no seu corpo meigo
na onda que a leva

no entrechoque de mundos
na imensa estrela
na carga intensa
na baia de entulhos

na orgia de carros
até nos frutos da árvore
nas letras tão antigas
quanto o sangue e a morte

nas mãos que se estreitam
tateiam no úmido odor
na busca do mundo
envolto pelo invisível

no sorriso do tempo
do espaço do oráculo
no prestígio da carne
estrépito de fogos

no balbuciar noturno
na terra que geme
na dor que golpeia
no grito gélido faminto

(11/01/2011)


(Abilio Terra Junior)


voltar última atualização: 21/03/2011
43573 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente