A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Um coração de papel

(Lira Vargas)

Geisa jovem de 14 anos, loira, cabelos encaracolados, estuda num colégio particular. Geisa é tímida e romântica. Um dia, distraída, ela desenha na carteira um coração. No dia seguinte nesse coração alguém escreveu umas palavras meigas:

- Por que seu coração está vazio?

Geisa respondeu com ar de sorriso mais abaixo:

- Estou à procura de alguém pra preenchê-lo.

No dia seguinte, não havia resposta.

Geisa segue sua rotina, revela o fato para sua amiga Caroline que, brincando, diz que Geisa não deve se iludir, pois deve ter sido alguém da turma da noite e que escrevera sem importância.

Geisa torna a fazer outro coração vazio e fica na expectativa de outro recado. No dia seguinte ela chega na sala. A turma em barulhada geral. Ela vai para a carteira a procura de uma resposta, e para sua surpresa, lá estava algumas palavras singelas:

- Seu coração ainda está vazio? O meu não está.

Geisa abismada com aquelas palavras, escreveu no minúsculo espaço:

- Meu coração agora não está mais vazio.

E foi pra casa, rindo da brincadeira, aguardava ansiosa o dia seguinte. E nesse momento Poliana, uma outra colega de sala liga pra Geisa convidando-a para uma festa num barzinho do bairro. Geisa entusiasmada, aceita o convite.

Chegando à noite, um grande movimento de jovens, animava o barzinho, Geisa percebe alguém olhando-a de longe, e inicia uma paquera, logo depois o rapaz se aproxima de Geisa e começam a conversar. Esse rapaz era filho de um grande empresário. E começam o namoro. Geisa vai pra casa e pensa com carinho no namorado que conhecera: Marcelo.

Na segunda-feira, ao chegar no colégio, as amigas brincam com ela, e dizem que ela iria se dar bem, pois o Marcelo é rico e um bom rapaz.

Mas ao colocar o material na carteira, Geisa depara com uma mensagem

- Um final de semana, uma imensa saudade.

Geisa dá uma risada alegre e escreve:

- Um final de semana e uma imensa alegria

No dia seguinte lá estava outra mensagem

- Uma imensa alegria por saber que você foi feliz no final de semana.

Geisa fica curiosa, e fala para as duas amigas Caroline e Poliana dessa aventura das mensagens. As mesmas trocam brincadeiras e dizem que ela deveria continuar, pois era uma brincadeira diferente.

Geisa continua a encontrar com Marcelo que se mostra atencioso e apaixonado, Geisa corresponde ao namoro, mas sempre que chegava à noite, se via ansiosa par chegar o dia seguinte e ver que mensagem estaria em sua carteira. Poliana, e Caroline, chegavam ansiosas para ler as mensagens que o estranho colocava na carteira da Geisa.

Foi numa manhã, Geisa juntamente com as colegas, leram surpresas à mensagem:

- Gostaria de saber seu nome.

Geisa pergunta então para as colegas, se deveria colocar seu nome.

Ambas aconselham que não deveria, pois ela estava namorando o Marcelo e isso poderia dar problemas. Então ficara decidido que colocariam o nome da Poliana.

E todos os dias havia uma mensagem, Poliana então, começa a sentir vontade de colocar mensagem. E gera brincadeiras nesse assunto, até que um dia o estranho não colocara mensagens, e Geisa insiste, e nada. Ela já estava envolvida com o estranho e quando encontrava com Marcelo, mostrava-se distante, e mesmo perguntada, Geisa dizia que estava passando um problema em casa. Poliana, então, foi se afastando de Geisa, Caroline aconselhava a Geisa que se afastasse do estranho, pois o Marcelo era real, e o estranho ela nada sabia dele.

E para sua surpresa numa manhã ela olha para a carteira, e lá estava uma mensagem

- Poliana, a noite foi longa, pois pensei em você, e vi o dia amanhecer, com a certeza que o sol iluminará seus cabelos loiros.

Geisa, fica surpresa, como ele sabia que seus cabelos eram loiros?

Geisa chama Poliana e Caroline e mostra a mensagem. Poliana silenciosamente, desvia os olhos e fica sem jeito. Geisa percebe e pergunta a Poliana se ela sabia de algo. Esta responde que não.

Geisa então, escreve na carteira:

- Quero ver você.

Na manhã seguinte lá estava a mensagem do estranho.

- No mesmo lugar?

Geisa sente um calafrio e chama as duas amigas e desabafa, perguntando qual das duas a estava traindo. As duas sem jeito respondem que nada tinham com isso, que ela deveria estar enganada.

Geisa fica irada e ofende-as, chamando-as de traidoras, e escreve na carteira.

- Você está enganado, eu nunca o vi. Mas quero conhecer você, espere-me amanhã na saída das aulas perto do jornaleiro.

E no dia seguinte, Geisa vai ansiosa ao jornaleiro e não tinha ninguém esperando-a. Ela fica um tempo esperando, e nada.

Nesse momento, para um carro e buzina pra Geisa que assustada percebe que era o Marcelo. Entra no carro e saem, ela tenta se descontrair, mas o Marcelo percebe sua apreensão. Geisa então diz para o Marcelo que quer terminar com ele, pois está apaixonada por outra pessoa. Marcelo pergunta quem é essa pessoa, Geisa então relata os fatos. Marcelo fica silencioso, e concorda, e diz que ela vai ser feliz com esse estranho.

Geisa salta do carro e vai pra casa.

Na manhã seguinte lá estava uma mensagem:

- Te amo, e sei que você também me ama.

Geisa escreve;

- Esperei você ontem, e não veio pôr que? Estou ansiosa.

E Geisa vai pra casa, passa a tarde estudando e no dia seguinte ela vai ansiosa à carteira e lá estava a mensagem:

- Vá ao jornaleiro, estarei a sua espera.

Geisa ansiosa para que a aula termine, procura Caroline e Poliana e diz que deve uma desculpa as mesmas, e relata seu drama, informando que terminara com Marcelo, pois estava apaixonada pelo estranho que deixava as mensagens na carteira. E que naquele dia iria encontrá-lo.

Termina as aulas, Geisa sai ansiosa ao jornaleiro, chegando lá não tinha ninguém e de repente alguém vem se aproximando com um ramo de flores na mão, Geisa dá um sorriso de felicidade e num abraço apaixonado, seus olhos brilhando de alegria: beija Marcelo que era o estranho que escrevia as mensagens, pois ele estudava de noite no mesmo colégio, e foram as colegas dela Poliana e Caroline que tinham aprontado tudo.

Geisa dá um sorriso tímido e entra no carro de Marcelo que estava estacionado perto do colégio.

  • 2746 visitas desde 9/07/2005
menu
Lista dos 2201 contos em ordem alfabética por:
Prenome do autor:
Título do conto:

Últimos contos inseridos:
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com.br