A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Na gaiola do tempo

(Esther Torinho)

Na escola, tinha grandes dificuldades com o Português. Seu maior problema: conjugações verbais: enrolava-se toda com os vários tempos. Foi friamente reprovada. Parou de estudar. Pediu um tempo.

Adulta, tornou-se triste, solitária, arredia.

Obcecada pelo tempo, deixou de viver o presente.

Apenas uma "vida" dividida, entediada.

Nunca o mais-que-perfeito tempo do amor.

Conhecia apenas a infelicidade no pretérito. Mais nada.

Então, enrolou-se no manto negro da dor e internou-se na gaiola do tempo passado.


  • 2262 visitas desde 4/07/2005
menu
Lista dos 2201 contos em ordem alfabética por:
Prenome do autor:
Título do conto:

Últimos contos inseridos:
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com.br