A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Lia

(Gute Batista)

Quatro horas da tarde e o telefone já tocava interminavelmente. O calor da estação mais aguardada dos cariocas tornava a intensidade da temperatura cansativa aos operários invisiveis, diante dos utópicos bronzeados plantonistas das areias de Ipanema. Os gritos roucos de sobrevivência dos ambulantes praianos confundiam-se com as risadas descompromissadas dos jovens narcíseos. A linda Lia, de Lianda, divertia-se com o sol realçando sua beleza do dia abençoado. O purgatório do rio 40º graus tinha sua rainha. O telefone enfim foi atendido, o encontro foi rapidamente combinado e assim Lia foi-se em direção a residência próxima de seus pais. Tomou seu banho bem devagar, o sabonete fazia-se deslizar por sua pele branca, suave, macia... Seus cabelos lisos tomavam o posicionamento único consubstanciando a forma perfeita intocável.Peça por peça ela se transformava, o rosto de menina mimada transfigurava a inocência dos ganhos aludidos. A calcinha branca com listras verticais em azul torneava o quadril belo impar. Pôs-se ao encontro com a experiência precoce da vida depositada. Alguns minutos de atraso, a tornava menos vulnerável ao perigo dos lobos. Qualquer vacilo, talvez não a permitisse contemplar a beleza sufocante de sua infiel ilustre estrela. Apresentações feitas ao oficio ardoroso do prazer imprazeroso destinavam-na compulsivamente, à sede do poder impiedoso. Beijos deflagrados do nojo envolviam os lábios cansados, exaustos do movimento uniforme incriável na exata proporção do papel interpretado. Algumas carreiras do vício destinavam-na ao instante frio, mórbido, insensível. A realidade do retorno não a adormecia, e as primeiras manifestações de seu companheiro iluminado, testemunhavam unicamente a solidão de sua agonia.

  • 2162 visitas desde 5/09/2006
menu
Lista dos 2201 contos em ordem alfabética por:
Prenome do autor:
Título do conto:

Últimos contos inseridos:
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com.br