A Garganta da Serpente
Cine Cobra para ler e assistir
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

O assassinato de Lev Davidovitch Bronstein

(Athos Ronaldo Miralha da Cunha)

Leon Trótsky foi o nome que Lev Davidovitch Bronstein usou em um passaporte falso para fugir da Sibéria em 1902, posteriormente adotou como pseudônimo na sua trajetória de revolucionário e pensador socialista.

O filme "O assassinato de Trótsky" é estrelado por Richard Burton, no papel de Trótsky, Alain Delon, no de seu assassino e Romy Schneider.

A película retrata os últimos dias de Leon Trótsky no exílio na cidade do México em 1940. O ideólogo da revolução de Outubro vivia cercado por seguranças e simpatizantes de sua causa revolucionária.

Trótsky habitava uma espaçosa residência e preenchia seu tempo cuidando de plantas, jardins e animais domésticos. Sua produção intelectual restringia-se a escrever artigos contra o ditador russo Joseph Stalin, até ser assassinado com uma picareta.

Desde a desastrosa queda do muro de Berlin que os intelectuais da esquerda tentam encontrar novos caminhos para o socialismo.

Passados dois anos da eleição, que colocou um metalúrgico na presidência do Brasil, a esperança nos apresenta com um verde meio desbotado e dá lugar a desilusão.

Devemos ter em mente que muitos companheiros, na sua luta anônima em nome da revolução socialista, apostaram e perderam suas vidas. E nesse sentido não devemos jamais esquecer a luta heróica desses revolucionários é propormos momentos de reflexão para expormos as razões de nossas nostálgicas e doces utopias. Temos que ter presente a vida e a luta desses companheiros e, em sua homenagem, devemos pensar o futuro do Brasil.

É chegado o momento de fazermos uma reflexão sobre um verdadeiro governo de esquerda. E realçarmos antigas bandeiras da ética, transparência e compromisso com os excluídos e pobres desse país.

Em absoluto, não faremos a revolução socialista que Trótsky sonhava. Não teremos no Brasil a ditadura do proletariado, mas podemos ter a compreensão dialética dos que lutaram muitos anos para ter um governo dos trabalhadores e cobrarmos os compromissos de classe, sonho e de utopia.

Por isso o filme é importante. Um documento histórico. E deve ser visto com olhos críticos. Inclusive para termos a compreensão que a esquerda revolucionária convive com suas diferenças e muitas vezes culmina em sangue derramado.

"O assassinato de Trótsky" deve ser assimilado como uma reflexão para aprofundarmos o debate político, hoje tão pragmático e fisiológico.

O assassinato de Trótsky
The Assassination of Trótsky
Direção: Joseph Losey
Duração: 100 minutos
Ano: 1972

  • 2052 visitas desde 20/02/2009


Quer outra dica de filme?

Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com.br